O permanente voltou! Veja como a técnica está moderna

É a alternativa perfeita para quem sempre desejou ter cachos

Júlia Arbex 16/04/2018 - 14:00

Os cachos voltaram pra ficar!

Antes da escova progressiva, as mulheres usavam produtos químicos para cachear os fios. Saiba mais sobre a técnica que voltou com tudo e veja os produtos que deixam os cachos ainda mais poderosos!

Se você voltar no tempo, lá nos anos 80, vai lembrar que o visual cacheado, com muito frizz e spray fixador, dominou o cinema. Nessa época, no mundo todo, muitas mulheres correram para o salão de beleza em busca do estilo. Se você mesma não fez permanente em alguma época da vida, certamente lembra de algum parente que fazia. Apesar de as décadas seguintes serem marcadas pelo cabelo liso perfeito, o permanente está de volta. Mas o formato é bem diferente: é possível ter um cabelo armado e ao mesmo tempo discreto e com muito movimento.

Quem pode fazer?

“Todas as mulheres que têm o cabelo natural ou que façam tratamentos químicos com o mesmo componente que o do permanente –  o tioglicolato de amônia. Caso o cabelo tenha alguma química que não seja compatível, ocorrerá corte químico. Ou seja, os fios vão ficar tão fragilizados que vão se partir e cair. Por isso, é fundamental realizar o teste de mecha antes para ver a reação do produto no cabelo e a resistência do fio”, explica Henrique Reis, cabeleireiro do Espaço Le Cinq (SP).

Quanto tempo dura a técnica?

Varia de acordo com o crescimento de cada cabelo. Mas costuma durar, em média, de quatro a seis meses, como acontece com a escova progressiva.

Qual a duração do procedimento?

Isso dependerá do comprimento e da quantidade de cabelo de cada pessoa, mas o procedimento leva, em média, duas horas para ser realizado.

Como é feito pelo cabeleireiro?

- O profissional primeiro desembaraça todo o cabelo.

- Depois, aplica a química nos fios no local em que a cliente quer ter cachos. Exemplo: a partir de 1 centímetro da raiz ou então a partir do meio dos fios.

- Em seguida, separa o cabelo em mechas e enrola com vários bigudinhos flexíveis.

- Feito isso, é preciso deixar o produto agir. O profissional sabe quanto tempo deve deixar em cada cabelo.

- Depois é só retirar os bigudinhos, enxaguar bem o cabelo e finalizá-lo do jeito que você preferir.

 

EM CASA, PODE?

“Apesar de ter vários tutoriais na internet de como fazer permanente em casa, o ideal é no salão porque o teste de mechas é muito técnico e fundamental antes do tratamento. Além disso, a técnica exige muita atenção e cuidado para que o resultado seja perfeito”, afirma Falks, hairstylist do Dolce Studio (SP).

 

PENSE BEM ANTES DE DECIDIR!

Isso porque não é possível simplesmente tirar o permanente. “Se não gostar do resultado, é preciso esperar no mínimo seis meses para fazer outro processo químico, como o alisamento. Antes disso, o melhor e mais saudável método para retirar o permanente é cortando o cabelo”, diz Falks.