Tire proveito das propriedades dos óleos essenciais e viva melhor!

Matéria-prima da aromaterapia, os óleos essenciais podem ajudar você a viver melhor. Conheça aqui as versões indicadas para queixas comuns

por Marília Medrado 07/12/2017 - 13:45

Aromas poderosos

Mais do que um cheiro bom, os óleos essenciais têm princípios ativos capazes de influenciar positivamente nossa rotina. “Uma vez inaladas, as fragrâncias chegam ao cérebro e exercem um efeito direto no pensamento e nas emoções, provocando bem-estar físico e emocional”, diz Solange Lima (SP), especialista em aromaterapia do site Personare. Os ativos também podem ser absorvidos pela cútis por meio de massagens ou escalda-pés, por exemplo. Interessada? Confira os óleos mais indicados para diferentes objetivos. Mas atenção: antes de usá-los, o ideal é consultar um aromaterapeuta. “Alguns óleos possuem contraindicações e não podem ser aplicados indiscriminadamente”, ressalta a expert.

EMAGRECER
Óleos cítricos, como o de laranja e de limão, possuem propriedades diuréticas e combatem o inchaço. Além de seguir uma dieta equilibrada e fazer atividade física, controle a ansiedade e a baixa autoestima, pois podem atrapalhar o processo.

■ SUGESTÃO DE USO: em massagens, como drenagem linfática ou redutora. Devem ser usados com cuidado, pois podem queimar a pele sob o sol. Ouça um aromaterapeuta.

AUMENTAR O TESÃO
Óleos essenciais afrodisíacos, como os de ylang ylang, canela, cardamomo e gengibre, são grandes aliados da sua libido.

■ SUGESTÃO DE USO: pingue três gotas de um desses óleos com um pouco de água em um difusor com cavidade para vela ou em um difusor elétrico. A noite promete!

TER ENERGIA
Hortelã-pimenta, capim-limão e manjericão.

■ SUGESTÃO DE USO: para dar e vender energia, pingue três gotas de qualquer um desses óleos no chão do boxe e deixe a água quente cair antes de entrar no banho.

COMBATER A INSÔNIA
A lavanda pode ajudar neste caso. “Mas é bom sempre investigar o que está causando a insônia", diz Solange.

■ SUGESTÃO DE USO: “Pingue uma gota do óleo essencial em um pedaço de algodão e coloque-o entre a fronha e o travesseiro”, ensina a especialista.

ALIVIAR DORES
Ninguém merece sofrer incômodos musculares. “Além do óleo de lavanda, o de copaíba também alivia tensões”, diz Solange.

■ SUGESTÃO DE USO: Em 1 litro de água morna, coloque dez gotas de óleo de lavanda e cinco do de copaíba. Fique com os pés mergulhados por cinco minutos.

TURBINAR A MEMÓRIA
O óleo essencial de alecrim potencializa a ação cerebral, reduz o cansaço e melhora a clareza mental.

■ SUGESTÃO DE USO: coloque no aparelho de inalação uma gota de óleo essencial de alecrim para cada 10 ml de água. Respire profunda e conscientemente. Se preferir, use 20 gotinhas no aromatizador elétrico para ambientes.

REDUZIR A ANSIEDADE
A aromaterapeuta Samia Maluf (SP) explica que a bergamota possui propriedades calmantes, antidepressivas e que inspiram pensamentos construtivos.

■ SUGESTÃO DE USO: que tal um banho relaxante? Misture três gotas de óleo essencial de bergamota em 10 ml de óleo vegetal de semente de uva. Aplique na esponja e friccione o corpo suavemente.

 

ÓLEO ESSENCIAL X ESSÊNCIA

Antes de começar a aproveitar os benefícios da aromaterapia, é importante saber que óleo essencial e essência são produtos diferentes. “O primeiro é natural, extraído das plantas e tem efeito terapêutico. Já o segundo é manipulado em laboratório, ou seja, é artifi cial. A essência só perfuma o ambiente, não traz efeito terapêutico”, esclarece Solange. No rótulo do óleo, deve constar o nome botânico do ingrediente. Outro indicativo importante de que você está adquirindo a versão certa: essências são baratinhas, já os óleos essenciais custam entre R$ 15 e R$ 70.