Depois de parceria com Luan Santana, grupo CNCO quer vir ao Brasil

A boyband americana, que tem como empresário o cantor Ricky Martin, fala da música Mamita, feita com o cantor brasileiro, e da sua vontade de conhecer o Brasil mais de perto

Por Tainá Goulart 02/04/2018 - 15:16

Depois de parceria com Luan Santana, grupo CNCO quer vir ao Brasil

Foi o cantor Luan Santana que deixou os americanos da CNCO, formado por Christopher, Erick Brian, Joel, Richard e Zabdiel, loucos de vontade de vir para o Brasil! Tudo aconteceu depois do primeiro encontro entre a boyband americana, cujo empresário é ninguém menos que o cantor Ricky Martin, e o sertanejo brasileiro, que resultou na música Mamita. "A gente sempre quis ter mais contato com o Brazil, fazer algo musical mesmo. E aí, um dia alguém sugeriu o nome do Luan e, depois de darmos uma pesquisada, batemos o martelo com ele. A gente amou o que ele fez em Mamita, deu o toque dele à nossa música. A gente adora o hit dele 2050", revelou Joel, um dos integrantes do CNCO, em uma entrevista exclusiva pelo telefone à CONTIGO! "Foi uma diversão só quando filmamos com o Luan em Miami. Deu pra gente se conhecer bem, ele mostrou algumas coisas que estava fazendo", disse Chris. 

Agora em abril, a banda lança seu segundo álbum, cujo título é CNCO e tem a pretensão de continuar o sucesso do primeiro, Primera Cita. Em apenas dois anos, com o apoio de Ricky Martin, a bandas se tornou um dos fenômenos da música latina. Com mais de 3.3 bilhões de reproduções no YouTube, 1 bilhão de streamings e uma indicação ao GRAMMY® Latino 2017, os meninos estão ansiosos para saber o que o público vai achar do novo trabalho. "Desta vez, sentamos para trabalhar desde o começo e, claro, amadurecemos muito com essa produção. Com certeza, podemos dizer que esse disco tem 100% a nossa cara, nossas criações e ideias. Tudo é nosso", diz Richard, que adianta já querer produzir coisas novas e, claro, com artistas brasileiros. "A Anitta é incrível e a gente quer fazer um feat. com ela!"