Isis Valverde: "Não idealizo nada, pode-se levar um tombo grande"

Com corpo de musa, Isis Valverde conta seus cuidados para a estação mais quente (e sexy!) do ano e revela 
que tem seus dias 'de mal com o espelho. Quer uma 
dica da atriz para viver bem? Não crie expectativas

Por Ligia Andrade 18/01/2018 - 20:20

Isis Valverde

Ela é hot como o verão. 
A estação mais quente e sexy do ano também é a preferida de Isis Valverde (30). “Tem todo um movimento de festas, de encontros, as pessoas saem da toca. A energia fica mais ativa”, explica a atriz, de férias da TV após o sucesso da sereia Ritinha, em A Força do Querer (Globo, 2017). Isis gosta de recarregar a sua bateria nas águas, sejam do mar ou da cachoeira. E entre um clique e outro em Aruba, no Caribe, onde foi feito o ensaio para CONTIGO!, ela aproveitou para remar e ir à praia. “A ilha é linda, a água também, tem uma temperatura ótima. Foi uma viagem corrida, a trabalho, mas deu para relaxar”, contou ela. 
Em fevereiro, a atriz já começa a preparação para a refilmagem do longa Boca de Ouro, dirigido por Daniel Filho, 80. “Nelson Rodrigues (escritor, 1912-1980) tem linguagem e musicalidade importantes de entender para interpretar a personagem. Estar no meio dessa galera é uma aula”, vibra a musa da estação.

BALANÇO DO QUE PASSOU “O ano de 2017 foi corrido, trabalhei muito, graças a Deus. Ritinha me colocou no limite físico e psicológico. A novela foi um fenômeno. Rodei e lancei filmes, viajei... Conheci tanta coisa! Foi um ano rico para mim, de muitas possibilidades. Foi bacana, terminei o ano feliz.”

TCHAU, RITINHA! “Foi como sempre faço. Trabalho para a personagem se desligar e eu seguir adiante. Faço uma limpeza física, me desprendo de algo característico – no caso dela, o cabelo. Tem de exorcizar a personagem. Mas, lógico, estava em casa e saiu um ‘éguaaaa’. É aos poucos, vai diluindo até ir embora.”

SEM RECEIO DO PRÓXIMO DESAFIO “Já fiquei (com medo). Fiz algumas personagens fortes, uma em sequência da outra, este exercício de sair de um trabalho e entrar no outro foi o que me ajudou a não sentir mais este medo, hoje. Exercitei esta versatilidade de jogar fora o antigo para abrir as portas para o novo. Lógico que não sou perfeita, estou aqui aprendendo como atriz, crescendo cada vez mais. Quero evoluir, ainda estou na minha busca. O medo é uma pedra na porta da frente da casa, não é bacana.”

CUIDADOS NO VERÃO “Uso protetor solar, lavo o rosto porque fica mais oleoso e passo mais creme, por tomar sol.”

SEMPRE DE BEM COM O ESPELHO? “Sou humana, como qualquer mulher. Só se for muito bem-resolvida com a vida, com a TPM, para ser assim. Não tem como, é hormonal. Tem momentos que falo: ‘Olha a minha cara...’. É normal!”

LONGE DA PERFEIÇÃO “Vejo o que me seduz primeiro. É o que vem de dentro da pessoa: é o jeito, o olhar, o movimento... Reparo muito nisso, é o que me atrai. E não é somente a beleza, não tem de ser a pessoa perfeita.” 

ARMAS DE SEDUÇÃO “O charme, o olhar... o corpo fala.”

SEM REGRAS “Não cortei tudo da alimentação, não tive regra. Não sou fã de doce, não como todo dia, só às vezes, e sou alérgica ao glúten. Tem umas batatas fritas maravilhosas que me taco, também tomo leite, como pão de queijo... Não treinava pesado antes. Fiz 30 anos, o corpo já reage de outra forma. Comecei a praticar ioga por causa da novela, o que mudou a minha vida. Foi um conjunto. Quero ir a uma nutricionista pela primeira vez para ganhar massa muscular para a personagem do filme. Quero chegar aos 52 quilos (oscilo de 49 a 51!), é difícil. Perco peso com facilidade.”

SEM DESCULPAS “Não paro de malhar, faço quando dá. Sou muito ativa. Faço sozinha, tenho uma série no telefone. E pego peso, é o meu negócio agora.”

INSPIRE, RESPIRE “A ioga foi uma arma para ajudar a fazer a apneia para a novela. Não larguei mais, acabou a sereia e eu continuei. Faço Ashtanga, gosto quando é mais vigorosa. Se não estiver focada, centrada em fazer o exercício, esquece. Não consigo, sou agitada demais, tenho de fazer algo que me exija.”

SEGUINDO O FLUXO DA VIDA “Não idealizo nada, pode-se levar um tombo grande. Tenho vontade de casar, ter uma família, filhos... Mas, agora, neste momento, está corrido demais. Logicamente, penso nisso, só não fico sonhando com detalhe, é melhor deixar acontecer, é um desejo meu. Deixo a vida levar, que vai acontecendo naturalmente.”

ISIS AOS 40... “Um dia já é muito tempo! Nossa, quero estar com meus filhos, com a minha família e pretendo ter feito várias personagens incríveis, que mexam com a alma de uma maneira bem intensa, além de concorrer a um prêmio que ache incrível, como o Kikito (do Festival de Gramado). Amo atuar, sou meio suspeita para falar da minha profissão.”

LADO B “Gosto da comida toda separada no prato, não consigo comer se estiver misturada. E sempre durmo com uma luz acesa no quarto, não consigo dormir no breu total. Tem de ter uma fresta, não gosto do escuro. E nem com a televisão ligada.” 

PROJETOS “Vou viajar, quero rodar o Brasil, depois vou sair do país. Em fevereiro, começo a me preparar para o filme Boca de Ouro. É muito interessante porque o Daniel (Filho) entende a linguagem do Nelson (Rodrigues) e participou da primeira versão do filme (1963), como o Leleco.”