De poderosa a malandra, Anitta agora também é empresária de artistas

A cantora apresentou seus dois contratados, Clau e Micael, e lançou os clipes dos novos astros

Fernanda Chaves 12/01/2018 - 22:42

Anitta entre seus pupilos: Clau e Micael Borges

Além de cantora e apresentadora, Anitta agora é empresária de artistas. A malandra se reuniu com seus contratados, a cantora Clau e o ator e cantor Micael Borges, hoje à tarde para falar sobre o lançamento dos clipes dos dois, Relaxa e A Noite Toda, respectivamente. O curioso é que, apesar de serem independentes, os vídeos são “parentes”. Os dois são de época, se passam no mesmo lugar e as historinhas se cruzam. No clipe da Clau, Micael é o cocheiro que traz o pretendente da jovem e sua família para um almoço. Já no clipe do rapaz, o cocheiro se envolve com a dama de companhia da Clau. “A gente teve essa ideia bem diferente de misturar as coisas e assistindo os dois clipes você entende melhor tudo. O Phill Mendonça (diretor) embarcou e foi muito competente. Eu não estou no clipe, mas fiz tudo, vesti figurante, maquiei a Clau... A ideia do clipe de época era pra um vídeo meu, mas eu não tinha nenhuma musica que desse. Tem muito disso. Ás vezes, tenho ideia pra mim e não rola”, explica a poderosa.

A gaúcha Ana Cláudia Riffel, a Clau, não esconde sua empolgação com o trabalho. “Foi interessante gravar esse clipe, nunca me imaginei usando essas roupas, mas foi lindo. Gravamos numa casa em Petrópolis e a trama não é uma história de amor. Vi até as pessoas na expectativa pensando que era um clipe quente, sensual e não, é pra se divertir. Eu escrevi essa música para as pessoas relaxarem, dançarem, se divertirem. As cenas parecem de um filme, ficou lindo. E a conexão do meu clipe com o do Micael também é ótima”, detalha a cantora.

Micael compartilha do mesmo sentimento. “Foi um desafio pro nosso diretor, Phill Mendonça, porque foi tudo muito rápido. Essa doida (Anitta) me liga de madrugada falando: ‘Micael tive uma ideia pro clipe, vai ser isso, isso e isso’. Cheguei em Petrópolis e vi a casa pronta, figurinos, acho que nem no teatro vi tanta verdade. Tive até a oportunidade de dirigir uma charrete (risos)”, conta o carioca. “A música não é uma coisa nova na minha vida. Depois da experiência em Rebelde eu vi que era isso que eu queria. Amo atuar, não descarto outro trabalho, mas na música consigo me expressar mesmo”, completa o astro, que mostrou seu lado pé de valsa ao participar do Dancing Brasil, na Record TV.

A Anitta não está de brincadeira com seu lado empresária. “Eu já faço isso com a minha carreira, gosto tanto que abri esse leque para fazer o mesmo para outras pessoas. Fico feliz pela confiança da Clau e do Micael”, comenta. “Eu quero mais é que eles cresçam. Me ajuda muito o fato de eu ser artista também, porque eu sei o que sente um artista. Eu dou os meus conselhos, mas eles fazem o que tem vontade. O Micael vem do Melanina Carioca, do Rebelde, já entende como é. A Clau eu levei para uns shows de fins de semana para ela entender que a coisa é pesada”, avisa.

Anitta não descartas a possibilidade de pegar mais artistas para empresariar: “Eu tenho muita vontade. Já surgiram vários pedidos, mas não sou irresponsável. Não vou sair pegando vários sem ter fôlego para cuidar de todos. Obviamente que no futuro as coisas dando certo a gente vai aumentando mas isso é passo a passo”. Sobre a responsabilidade de fazer com que a carreira dos dois bombem, já que estão sob o cuidado dela, Anitta é sincera. “É óbvio que não vai ser a música do ano. Nenhum dos dois tem essa missão. Calma, eles são novos artistas. Vou me dedicar para que eles sejam grandes artistas”, promete.