Oito anos após decidir seguir carreira solo, Sandy desabafa: 'Precisei de coragem'

Cantora usou as redes sociais para refletir sobre a vida após a parceria com o irmão, Júnior

Redação Contigo! 08/05/2018 - 11:44

Sandy desabafa

A cantora Sandy, que fez dupla com o irmão Júnior durante mais de uma década, desabafou nas redes sociais ao relembrar o início da carreira solo.

"Hoje faz oito anos que lancei meu primeiro disco em carreira solo. São oito anos me buscando, me realizando e entendendo quem eu sou como artista 'sem dupla'. Oito anos de um sonho imediato, rapidamente realizado. Lembro como se fosse hoje…", escreveu ela.

Sandy abriu o coração. "Era um misto de expectativa, insegurança, ansiedade, vontade de dividir com o mundo, medo diante do incerto... Precisei de coragem pra me jogar, depois de ter passado 17 anos construindo minha identidade musical ao lado de outra pessoa – ninguém menos que meu irmão amado, sangue do meu sangue e um baita artista talentoso, que dividia comigo todas as responsabilidades de ter a música como ofício. Era gostoso, era seguro, leve, quase fácil; era o que eu sabia e já estava acostumada a fazer", escreveu ela.

"E hoje tô eu aqui, sentindo o mesmo amor e o mesmo orgulho pelos 17 anos que passei ao lado dele nos palcos, mas feliz e extremamente realizada pelo que já consegui construir sozinha nesses últimos oito anos de puro amor, alegria, entrega, incessantes buscas e descobertas, oito anos me percebendo e me traduzindo nessa que é a minha música. Como a vida é linda! Muito obrigada a todos que me acompanham e me ajudam a tecer esse caminho tão feliz", finalizou Sandy.

Veja!

 

Hoje faz oito anos que lancei meu primeiro disco em carreira solo. São oito anos me buscando, me realizando e entendendo quem eu sou como artista “sem dupla”. Oito anos de um sonho imediato, rapidamente realizado. Lembro como se fosse hoje… Era um misto de expectativa, insegurança, ansiedade, vontade de dividir com o mundo, medo diante do incerto... Precisei de coragem pra me jogar, depois de ter passado 17 anos construindo minha identidade musical ao lado de outra pessoa – ninguém menos que meu irmão amado, sangue do meu sangue e um baita artista talentoso, que dividia comigo todas as responsabilidades de ter a música como ofício. Era gostoso, era seguro, leve, quase fácil; era o que eu sabia e já estava acostumada a fazer. E hoje tô eu aqui, sentindo o mesmo amor e o mesmo orgulho pelos 17 anos que passei ao lado dele nos palcos, mas feliz e extremamente realizada pelo que já consegui construir sozinha nesses últimos oito anos de puro amor, alegria, entrega, incessantes buscas e descobertas, oito anos me percebendo e me traduzindo nessa que é a minha música. Como a vida é linda! Muito obrigada a todos que me acompanham e me ajudam a tecer esse caminho tão feliz. 

Uma publicação compartilhada por Sandy (@sandyoficial) em